Machinage – Discografia

Publicado: 31 de maio de 2015 por Diego Souza em Thrash Metal
Tags:, , , ,

Machinage

A Machinage é uma banda de Thrash Metal de Jundiaí, interior de São Paulo, formada em 2007. Apesar de uma carreira relativamente nova, este quarteto já possui experiência internacional. Tocaram com bandas de grande importância no cenário metálico como Overkill, Nuclear Assault, Angra, Dismember, Sodom, e fizeram várias turnês norte-americanas.

A proposta da banda tem como foco o Thrash Metal aliado a elementos do Metal tradicional (principalmente na melodia). O resultado é um Thrash Metal técnico com pegada oitentista, mas que passa longe de soar datado. O som do grupo tem uma ótima variação rítmica.

O lançamento de “It Makes Us Hate“, primeiro álbum da banda, mostrou que de fato a banda estava pronta. Com críticas positivas e duas turnês de sucesso pelos Estados Unidos, a Machinage ganhou atenção rápida dos fãs em toda parte. A ótima produção ficou a cargo da própria banda no Mark Studio, de Jundiaí. A mixagem e masterização ficaram aos cuidados de Tim Laud (Soulfly, Cavalera Conspiracy) no Porch Studio (Flórida), sendo que a arte gráfica ficou por conta de João Duarte.

Durante a terceira turnê norte-americana, uma nova etapa da Machinage foi concluída. A banda terminou suas partes na gravação do segundo álbum, intitulado “Slave Nation“. O álbum foi gravado em Ohio pelo ex-guitarrista do Nevermore e Annihilator, Curran Murphy. Para trabalhar na mixagem de Slave Nation, foi convidado Sir Max Norman, que trabalhou com Ozzy Osbourne, Megadeth, Death Angel, entre outros. A participação de Felipe Andreoli (Angra) já foi confirmada e em breve a banda anunciará mais detalhes sobre a data de lançamento do álbum.

Formação Atual:

Fábio Delibo – Vocal/Guitarra
Ricardo Macan – Guitarra
Adriano Bauer – Baixo
Ricardo Mingote – Bateria

Antigos Membros:

Fernando Kump – Guitarra
Renato Lorencini – Guitarra
Alexandre Momentel – Baixo
Marcio Cardoso – Bateria
Raul Pauleto – Bateria

Contato para Shows e Assessoria de Imprensa:

machinage@hotmail.com

booking@machinage.net

(11) 97382-3608 – Fábio Delibo

Links:

Site Oficial | Blog Oficial Facebook | Twitter Youtube | Spotify
Last.fm | Soundcloud | MySpace | Reverbnation

Álbuns de Estúdio:

2012 – It Makes Us Hate (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon CD Baby | ITunes | Google Play | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Machinage - 2012 - It Makes Us Hate01. Rise Of The Souls
02. Next Victim (Feat. Antônio Araújo)

03. Envy
04. Anguish
05. Mask Behind Some Lies
06. Beliefs
07. Cold 3rd War
08. Is This The Way?

09. Tides Of War
.
.
.

.
.
.
.

Álbuns Ao Vivo:

2014 – Live At Programa Molotov (Bootleg) (320kbps) – Download

Machinage - 2014 - Live At Programa Molotov (Bootleg)

01. Next Victim
02. Rage Of God
03. Slave Nation
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Machinage

Regicídio – Discografia

Publicado: 24 de maio de 2015 por Jales Bussinguer em Hardcore
Tags:, , , , , , , ,

1926894_561466277284479_1659225450125817322_n

Regicídio é uma banda de Beatdown Hardcore de Brasília/DF.

O Regicídio é uma banda de Beatdown Hardcore, consolidada em 2011, com influências das novas vertentes do som pesado contemporâneo, tais como Hatebreed, Born From Pain, Terror, Biohazard, Death Before Dishonor, Madball e etc. A sonoridade segue o método mais pesado possível, sempre tentando unir o forte ideário proposto traduzido em uma agressividade brutal das guitarras. Assim, tenta-se transmitir para o público o entusiasmo musical do hardcore embanhado com uma mensagem de reflexão política/moral.

As letras buscam veicular um discurso de contestação engajada, reescrevendo os textos de filósofos como Raoul Vaneigem, Guy Debord, Foucault, Deleuze, Nietzsche e, principalmente, Max Stirner.

A banda é originária do Distrito Federal, mais especificamente, do Guará, onde todos os seus integrantes moram. Nesta cidade, a banda participa de uma associação para a produção contracultural de arte, a Associação URAX. Esta, funciona como um meio independente de apoio mútuo para superar, ao menos paliativamente, as dificuldades financeiras, técnicas e logísticas das bandas undergrounds locais.

Desde então, o Regicídio vem participando de shows do DF junto com bandas como Macakongs 2099, Negando Valores, Shotgun Killa, Marmitex SA, Ramasth, Silent Raze e etc, tendo sempre o espírito de fraternidade com a cena, uma vez que os meios para a realização de shows têm-se apresentados escassos. Em 2012, foi escolhido, dentre as dezenas (possivelmente centenas), de bandas inscritas para o show de seletiva do Porão do Rock. Contudo, a banda na seletiva final, junto com outras 9 bandas, não alcançou colocação suficiente para ir para o Porão do Rock, ficando em quarto lugar.

A banda, no lançamento do seu primeiro EP (um CD Split com a banda Decimate Yourself), teve o apoio de grandes nomes como o Project46 que, acreditando no potencial da banda, ajudou na divulgação do trabalho. Além disso, teve suas musicais divulgadas, via youtube, em canal internacional, o Hardcore World Wide, veículo de publicidade underground mundialmente conhecido e respeitado. Neste canal, inclusive, está contido o videoclipe (produzido sem um profissional técnico) da música Fúria Latina, que já possui mais de 15 mil visualizações. O primeiro EP da banda, chamado “URAX – Hardcore Bloods”, um CD Split, possui duas músicas do Regicídio e mais duas do Decimate Yourself, além de uma introdução. Este CD foi produzido por meios extremamente difíceis, sem o apoio efetivo de um profissional, isto é, desde a captação até a mixagem e masterização foi realizada pelos próprios integrantes das bandas com uma logística mínima e pouco adequada. Mesmo assim, resultados significativos foram obtidos, tendo aprovação internacional.

A banda finalizou, ao final de 2012 (mesmo ano de lançamento do CD Split “URAX – Hardcore Bloods”), a gravação de um álbum, feito pelos mesmos processos e dificuldades do prévio CD Split. O álbum se chama “Palavras ou Armas” e possui 6 músicas inéditas, além das 2 músicas que estavam no CD Split com a banda Decimate Yourself. O completo lançamento do CD se deu no início de 2013 e contou com uma bela capa e label – tudo confeccionado pelos próprios integrantes da banda e por associados de outras bandas do URAX. Para comemorar o lançamento, foi feito um video – a força – de um salto de paraquedas do baixista da banda Guilherme Martimon.

Mais um clipe foi lançado, junto com o lançamento do álbum “Palavras ou Armas” em forma de “lyric video”, da nova música “O Falecimento da Ordem”, disponível no youtube.

O terceiro trabalho da banda se trata de um EP constando 4 músicas, sendo uma delas uma honrosa homenagem ao boxeador baiano Reginaldo “Holyfield”. O processo de gravação permaneceu o mesmo de antes, isto é, realizado pelos próprios músicos da banda: desde a captação até a masterização. O ponto marcante desta vez, vale ressaltar, foi a qualidade sonora atingida pela banda, que ficou avaliada como “qualidade gringa”. Não foi por menos: o público internacional foram os primeiros a baixarem o novo CD. Concomitantemente ao lançamento do material em audio e capa, um novo Lyric Video, da música “Sorria Agora”, foi lançado no youtube. Uma pequena turnê de lançamento no DF e entorno foi realizada, totalizando 8 shows em diversas cidades. No momento, a banda continua a divulgar o novo material.

Formação Atual:

Benny Blanco – Vocal
Emanuel Souza – Guitarra
Guilherme Martimon – Baixo
Guilherme Thé – Bateria

Contato para shows e assessoria de imprensa:

regicidiohc@gmail.com

Links:

Facebook | Twitter | Youtube | Instagram | Merchandise

.

Álbuns de Estúdio:

2013 – Palavras Ou Armas – 320kbps – Download
Comprar: Indisponível

1392070_480393668725074_1708097545_n01. Sons Of Riot
02. O Falecimento Da Ordem
03. Angústia (Feat. Decimate Yourself)
04. A Surra
05. Time Bomb
06. Regicídio
07. Carta Ao Parlamento (Bônus)
08. Fúria Latina (Bônus)
.
.
.
.
.
.
.
.

EP’s:

2014 – Fresco Não Suporta – 320kbps – Download
Comprar: Indisponível

10299946_561807903916983_859361736216355125_n01. Brazilian Holyfield
02. Sorria Agora
03. Delinquência Afirmativa
04. U.R.A.X.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Splits:

2012 – URAX – Hardcore Bloods – 320kbps – Download
Comprar: Indisponível

Sem título01. URAX SubSound System – Hardcore Bass
02. Carta Ao Parlamento (Regicídio)
03. Fúria Latina (Regicídio)
04. Day After Day (Decimate)
05. Man Is Wolf To Man (Decimate)
.
.
.
.
.
.
.
.
.

 

563235_253910791373364_2115635342_n

Head Of Pistol – Discografia

Publicado: 18 de maio de 2015 por Diego Souza em Stoner Metal
Tags:, , , ,

Head Of Pistol

Head Of Pistol é uma banda formada em 2006 na cidade de Bom Repouso, sul de Minas Gerais. Seu som mescla o Stoner Metal com uma pegada moderna, tendo como influências bandas como Sepultura, Pantera, Metallica, Godsmack, entre outras.

A banda começou tocando cover e fazendo apresentações em bares, clubes e festivais da região. Até que o fundador e também vocalista, Paulo César (PC), começou com as composições próprias.

A Head Of Pistol, ao longo dos anos,  já contou com várias formações, e a atual permanece desde 2012. Hoje, já contam com um EP lançado, e estão em estúdio trabalhando no álbum de estreia, que contará com dez músicas inéditas. Possuem, também, um clipe para a música “Rock N’ Roll”.

Formação Atual:

Paulo César (PC) – Vocal
Leandro – Guitarra
Emiliano – Baixo
Rodrigo – Bateria

Contato para Shows e Assessoria de Imprensa:

rodrigolmg884@hotmail.com
9825-6918

leandrojmello@hotmail.com
9804-5437

Links:

Facebook | TwitterYoutube | Soundcloud | Instagram 

EP’s:

2014 – Head Of Pistol (320kbps) – Download
Comprar: E-mail Die Hard | Amazon CD Baby | ITunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Head Of Pistol - 2014 - Head Of Pistol (EP)01. Jive Talk
02. Black Garden

03. Little Boy
04. Rock N’ Roll
05. Think About The Hell
.
.
.
.
.
.
.
.

.
.

Head Of Pistol

Aquaria 1

Aquaria é uma banda de Symphonic Power Metal originária do Rio de Janeiro. A banda foi criada em 1999 sob o nome Uirapuru. A grande característica da banda é a inserção de instrumentos e ritmos tipicamente brasileiros ás suas composições.

Com o nome Uirapuru, lançaram duas demos: Here Comes The Life e Flames Of Trinity. Em pouco tempo, com o lançamento das demos, a banda foi considerada pela mídia especializada do Brasil e exterior como a “revelação do gênero”. O grupo conseguiu boa projeção nesses meios, com reportagens e entrevistas. No Japão, a banda ganha status de “cult”, com resenhas espontâneas e pedidos para gravação do primeiro álbum, inclusive com propostas de gravadoras, mas, surpreendentemente, nada que motivasse. Era preciso uma transposição para um novo estágio, mudar a rota, não a meta de chegada. E de maneira mística, surge o nome Aquaria, de vários significados. 

Em 2005, a banda grava seu primeiro álbum, intitulado Luxaeterna. O CD foi gravado no Creative Sound Studios, em São Paulo, por Philip Colodetti, que já trabalhou com Angra, Shaman, Krisiun, Kamelot, Rhapsody, etc. As sessões de gravação de guitarra foram feitas por Ricardo Nagata e foram supervisionadas por Rafael Bittencourt, guitarrista do Angra. O álbum foi pré-mixado para o envio às gravadoras japonesas, em busca de mais subsídios para sua finalização. Essa estratégia atraiu a atenção da Marquee Records, que possui em seu cast algumas das bandas mais bem sucedidas do cenário mundial, como Megadeth, Edguy, Dimmu Borgir, Hammerfall, Sonata Arctica, entre outros. Assim, com esse suporte, o álbum foi mixado e masterizado por Sacha Paeth no Gate Studios, em Wolfsburg, Alemanha. O álbum é conceitual, retrata a gênese do mundo. Uma “Metal Ópera”, onde cada música é um episódio de uma trama cósmica sem precedentes.  

O segundo álbum do Aquaria, Shambala, foi lançado em 2007. Também conceitual, retrata a invasão Portuguesa ao Brasil e a paixão de um navegante português pela personagem Iara, representada na capa do CD. Shambala foi produzido por Bruno Agra, mixado e masterizado por Tommy Hansen (Helloween) e pelo próprio Bruno no Jailhouse Studios, na Dinamarca, em junho de 2007. 

Atualmente, a banda encontra-se em hiato.

Última Formação:

Vitor Veiga – Vocal
Gustavo Di Pádua – Guitarra
Roberto Scripillitti – Guitarra

Fernando Giovannetti – Baixo
Alberto Kury – Teclado
Bruno W. Agra – Bateria

Antigos Membros:

Leandro Caçoilo – Vocal
Leandro Gomes – Guitarra
Bill Hudson – Guitarra
Rick Mour – Guitarra

Links:

Site Oficial | FacebookMySpace | Last.fm

Álbuns de Estúdio:

2005 – Luxaeterna (Japonese Edition) (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon CD Baby | ITunes | Google Play | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Aquaria - 2005 - Luxaeterna (Japonese Edition)01. Aeternalux
02. And Let The Show Begin

03. Here Comes The Life
04. Spirits Of Light
05. Humanity
06. Whispers And Pain Of Mother Nature
07. Choice Time
08. Judgement Day

09. Your Majesty Gaia
10. Luxaeterna
11. Sons Of The Sky, Brothers Of The Earth (Japonese Bonus Track)
.
.
..

 2007 – Shambala (Japonese Edition) (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon CD Baby | ITunes | Google Play | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Aquaria - 2007 - Shambala (Japonese Edition)

01. Hope
02. Heart Of The Gods
03. Expedition
04. Into The Forest
05. Lost
06. Iara (Song Only)
07. Shambala
08. Child Of The Universe
09. Firewings
10. Skies Of Amazonia
11. Liberty
12. Neo (Japonese Bonus Track)
.
.
.
.
.

Demos:

Uirapuru – 2001 – Here Comes The Life (320kbps) – Download

Uirapuru - 2001 - Here Comes The Life (Demo)01. Nature’s Breeding
02. And Let The Show Begin

03. Here Comes The Life
04. Angel Without Wings
05. A New Beginning
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Uirapuru – 2002 – Flames Of Trinity (320kbps) – Download

Uirapuru - 2002 - Flames Of Trinity (Demo)01. Intro
02. Violet
03. Green
04. White
.
.
.
.
.
.
.
.
.
..

Aquaria

Ágona – Discografia

Publicado: 24 de abril de 2015 por Jales Bussinguer em Death Metal, Groove Metal
Tags:, , , , ,

10639568_850754034937859_7787128017910863726_n

Ágona é uma banda de Groove/Death Metal do Rio De Janeiro/RJ.

Tá aí uma puta banda que sem dúvidas figura nas mais promissoras da nossa cena! Som pesado, direto, técnico, daqueles que no primeiro play já sobe a vontade de entrar no mosh. Apesar do Rio de Janeiro não possuir uma certa “tradição” no estilo, a banda se mostra bem madura e coesa.
A banda tem suas composições influenciadas por bandas como Pantera, Lamb Of God, Gojira e Mastodon. Intitulam-se como Groove Metal/Death Metal, mas podemos perceber elementos de Progressive Metal e até mesmo passagens experimentais em suas músicas. Os temas das letras são em grande parte sobre a decadência do pensamento humano e todos os males que isso provoca, além de filosofia e progressão/superação do saber e todas são cantadas em português, o que torna a banda ainda mais interessante.

Formação Atual:

Alan Muniz – Vocal
Leonardo Milli – Guitarra/Vocais de Apoio
Rafael Ferraz – Baixo
Vinicius Bhering – Bateria/Vocais de Apoio

Contato para shows:

contato@agona.com.br

.

Links:

Ágona StoreFacebook | YoutubeBandcamp

.

Álbuns De Estúdio:

2013 – Homo Grotescus (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon | CD Baby | iTunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Folder-Front (2)01. Regressão
02. Predestinados
03. Redomas
04. Maldição
05. Unon
06. Homo Grotescus
07. Utopia
08. A Sombra
09. Cavalo De Tróia
10. Gaia
11. Grande Perdedor (Instrumental)
12. Unon (English Version)
.
.
.
.

EP’s:

2011 – Essencial Putrefação (320kbps) – Download
Comprar: Indisponível

Folder-Front01. Caminhos Fechados
02. Floresta De Cadáveres
03. Destino De Sangue
04. Frio
05. Karma
06. Ianuarius
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Singles:

2010 – Karma (320kbps) – Download
Comprar: Indisponível

Folder-Front (3)01. Mar
02. Um Tempo
03. Passos Para O Fim
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

10974636_944749772204951_8730890684553284182_o

Cangaço – Discografia

Publicado: 18 de abril de 2015 por Jales Bussinguer em Death Metal, Folk Metal
Tags:, , , , ,

39541_

Cangaço é uma banda de Death/Folk Metal de Recife/PE.

O Cangaço surgiu em Recife no início de 2010 e atualmente conta com Rafael Cadena – Guitarra/Vocal, Magno Barbosa Lima – Baixo/Vocal e Mek Natividade – Bateria/Percussão.

A arte da banda é criar novas texturas musicais baseadas na Música Tradicional Brasileira e no Metal Moderno, com letras que incitam a reflexão e o senso crítico na juventude atual “… A banda trilha por um caminho que assusta os puristas. A escolha é pela mescla da agressividade com as melodias regionais de baião, forró, maracatu e por aí vai. Com um detalhe: o que influencia os caras é a vertente erudita: Sivuca, Quinteto Violado e o guitarrista Fred Andrade” (Wilfred Gadêlha, Jornal do Commercio).

Em maio de 2010, se destaca como banda vencedora da Seletiva do Wacken Metal Battle Brasil, evento que selecionou uma dentre setenta e cinco bandas inscritas de todo o Brasil para tocar no Metal Battle da Alemanha, que aconteceu dentro do Wacken Open Air 2010 entre os dias 4 e 7 de agosto, maior evento de metal do planeta que contou também como atrações bandas como Iron Maiden, Slayer e Soulfly.

Com isso, o grupo ganhou grande espaço na maior revista especializada em Heavy Metal do Brasil, a RoadieCrew, tendo destaque em três edições da revista.”… o power trio recifense é bom demais mesmo… não se constrangem em colocar elementos regionais em sua música. Só que isso é feito com enorme inteligência e parece que os ritmos típicos do nordeste são parte integrante e indissociável do Thrash/Death que a banda desenvolve. Além disso, algumas passagens chegam até a mostrar uma improvável influência de Jazz, tornando o som da banda único. Some-se isso a letras inteligentes e o interessante trabalho dos dois vocalistas e temos aí uma das mais promissoras bandas surgidas aqui nos últimos tempos” (Antônio Carlos Monteiro, editor da revista).

Em janeiro de 2013 lança seu primeiro álbum, intitulado “Rastros”. Resgatando da memória coletiva o espírito dos antigos guerreiros do sol que povoavam o nordeste brasileiro a uma centena de anos atrás, mostrando à luz da música verdadeira, sincera e densa, quão necessária é a coragem para se viver e assumir responsabilidade por pensamentos, palavras e ações. A banda possui ainda duas demos (Cangaço e Parabelo – 2010) e um EP (Positivo – 2011) Todos os registros produzidos e lançados de forma independente.

O Cangaço traz a bandeira da evolução humana e prova que barreiras socioeconômicas não são mais do que atrasos neste processo. Pessoas de qualquer parte do mundo têm condições de apresentar propostas artísticas e científicas válidas, independentemente de rótulos culturais.
Fonte: Página Oficial do Facebook

Formação Atual:

Rafael Cadena – Vocal/Guitarra
Magno Lima – Baixo/Vocal
Mek Natividade – Bateria

Contato para shows:

Telefone: +55 (81) 8823-1491/8511-5540

Links:

Site Oficial | Facebook | Youtube | ReverbNation

.

Álbuns De Estúdio:

2013 – Rastros (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon | CD Baby | iTunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Rastros01. Atrito
02. Cantas Às Excelências Das Armas Brancas
03. Arcabuzado
04. Bombardeio No Ceará
05. Encarnação
06. Mental
07. Statu Variabilis
08. Corpus Alienum
09. Devices Of Astral
.
.
.
.
.
.
.

Demos:

2010 – Cangaço (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon | CD Baby | iTunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Cangaço - 2010 - Demo01. Devices Of Astral
02. Gilgamesh
03. Opposing
04. Ghost Of Blood
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

2010 – Parabelo (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon | CD Baby | iTunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Cangaço - 2010 - Parabelo (Demo)01. Intro
02. Corpus Alienum
03. Logical Mistakes
04. Statu Variabilis
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

EP’s:

2011 – Positivo (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon | CD Baby | iTunes | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Cangaço - 2011 - Positivo (EP)01. Positivo
02. The Second Hour
03. Sete Orelhas
04. Al Rasif
05. Deserto Do Real
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

cangaço-9

Sacrificed – Discografia

Publicado: 10 de abril de 2015 por Diego Souza em Heavy Metal
Tags:, , , ,

Sacrificed 1

Unindo o Heavy Metal Tradicional ao Power Metal, Progressive Metal e Thrash Metal, a banda Sacrificed, aos poucos, conquistou seu espaço no cenário Underground de Minas Gerais.

Em 2004, Diego Oliveira, Gustavo Neves e Gabriel Fernando se juntaram para formar uma banda cover de MetallicaVictor Almeida, um amigo de escola de Diego, foi convidado para os vocais e também passou a desempenhar a função de guitarrista do recém-formado Metalbreath, nome criado a partir da mistura de Metallica e a canção “Motor Breath”. Essa formação realizou vários shows, porém com pouca repercussão junto ao público.

Em maio de 2006, Diego conheceu Fabrício Áureo em um show em praça pública e o convidou para fazer um teste para o MetalBreath. Pouco tempo depois, Fabrício Áureo tornou-se o novo vocalista da banda. A partir de então, o grupo decidiu investir em composições próprias e pouco tempo depois mudou seu nome para Sacriffice. Em fevereiro de 2008, o Sacriffice lançou o EP Streets Of Fear, com 4 músicas gravadas no Studio Kojima. Desde a metade do ano de 2008, após diversas apresentações em suporte ao EP, Fabrício começou a demonstrar tendência a deixar a banda em favor de sua banda de Pop Rock, fato consumado no final do mesmo ano. Na mesma ocasião, Gabriel também optou por sair do grupo para se dedicar a projetos pessoais, porém devido a amizade com os outros membros da banda, permaneceu até encontrarem um novo vocalista.

A busca por um novo vocalista fez o grupo considerar uma mudança mais drástica e, em janeiro de 2009, fizeram o convite à Kell Hell, ex-vocalista do Helltown, com quem o Sacriffice já havia tocado antes. A entrada de Kell Hell significou uma mudança de rumo para a banda, que passou a contar com vocal feminino. Para expressar tal mudança e também para evitar confusão com a banda canadense Sacrifice, o grupo decidiu mudar seu nome para Sacrificed.

Com nova formação e novo nome, o grupo focou em ensaios e novas composições próprias. Nessa época, surgiram as primeiras versões de músicas que posteriormente apareceriam no álbum debut da banda, como “Far Away To Feel” e “The Truth Beneath The Laments”. Pouco antes do Sacrificed entrar novamente em estúdio, Gabriel deixa o grupo e é substituído por Bruno Bavose (ex-Heaven Ghost e Culttruth). As sessões no Studio Kojima geraram três novas gravações, lançadas sob o título Sacrificed em formato EP gratuitamente via website da banda. Ainda em 2009, iniciam as gravações para o primeiro álbum de estúdio no Studio WZ e Studio Kojima, com produção de Allan Wallace, André Márcio e Renato Kojima. O processo de gravação do álbum foi lento, durando cerca de um ano e realizado entre as séries de shows da banda.

No segundo semestre de 2010, Gustavo Neves sai da banda e entra Thales Piassi em seu lugar. Em janeiro de 2011, a Sacrificed foi a banda de abertura do Eluveitie em Belo Horizonte, e poucos meses depois, abriu para a banda canadense The Agonist em Catanduva, São Paulo.

Com as gravações do primeiro álbum de estúdio finalizadas, The Path of Reflections foi lançado pelo selo paulista Shinigami Records em setembro de 2011, com show de lançamento no Hard Rock Café, em Belo Horizonte. Seguiu-se a chamada “Tour Of Reflections” pelo Sudeste brasileiro. Já no início da turnê, Victor deixa a banda, sendo substituído por Leonardo Rizzi (ex-Seccond Sight e Blizzard). No fim do ano, o Sacrificed foi considerado “Banda Revelação de 2011” pelos leitores da revista Roadie Crew.

Em dezembro de 2012 a banda lançou o videoclipe para a música “Call Of Insanity”. O projeto audiovisual foi gravado na cidade natal da banda, Belo Horizonte, no Estúdio 5. No ano seguinte, Leonardo Rizzi deixou a banda, sendo substituído pelo guitarrista da banda Dinnamarque, Ronan Lopes.

Em 2014, o Sacrificed realizou a abertura para o show da banda norte-americana Kamelot em Belo Horizonte e, posteriormente, lançou o clipe de “Before a Dream” com imagens deste show.

Formação Atual:

Kell Hell – Vocal
Diego Oliveira – Guitarra
Ronan Lopes – Guitarra

Bruno Bavose – Baixo
Thales Piassi – Bateria

Antigos Membros:

Fabrício Áureo – Vocal
Victor Almeida – Vocal/Guitarra
Leonardo Rizzi – Guitarra
Gabriel Fernando – Baixo
Gustavo Neves – Bateria

Contato para Shows e Assessoria de Imprensa:

contact@sacrificed.com.br

(40) 7745-1703

booking@sacrificed.com.br

Links:

Site Oficial | Facebook | TwitterYoutube | MySpace | Last.fm

Álbuns de Estúdio:

2011 – The Path Of Reflections (320kbps) – Download
Comprar: Die Hard | Amazon CD Baby | ITunes | Google Play | Mercado Livre | eBay | Buscapé

Sacrificed - 2011 - The Path Of Reflections01. Winds Of Liberty
02. Soulitude

03. Endless Sin
04. Walking Through Flames
05. Before A Dream
06. Call Of Insanity
07. Red Garden (Feat. Fabrício Áureo)
08. Prison Mind

09. Far Away To Feel
10. The Truth Beneath The Laments (Feat. Lanio Araujo)
.
.
.
.
.
.

EP’s:

2009 – Sacrificed (320kbps) – Download

Sacrificed - 2009 - Sacrificed (EP)01. Streets Of Fear (Intro)
02. Soulitude

03. Far Away To Feel
04. Call Of Insanity
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
..

Sacrificed 2